Dois respeitados especialistas em Coreia do Norte chamaram atenção ao afirmar que o líder do país, Kim Jong-un, estaria se preparando para uma guerra.

O principal sinal nesse sentido, segundo os especialistas, é que Kim Jong-un descartou publicamente o histórico objetivo de se reconciliar e reunificar com a Coreia do Sul. Em vez disso, está apresentando o Norte e o Sul como dois Estados independentes e em guerra um com o outro.

"Acreditamos que, como seu avô em 1950, Kim Jong-un tomou uma decisão estratégica de ir para a guerra", escreveram Robert L. Carlin, ex-especialista da CIA (agência americana de inteligência), e Siegfried S. Hecker, cientista nuclear que visitou a Coreia do Norte várias vezes, em um artigo no site especializado 38 North.

Essa análise fez soar alarmes em Washington e Seul, e gerou intenso debate nos círculos que monitoram os acontecimentos na Coreia do Norte.

A maioria dos especialistas, no entanto, discorda da teoria da guerra; a BBC falou com sete deles, na Ásia, Europa e América do Norte e nenhum concordou com a tese.


PORTAL CLICK100