A deputada estadual Camila Toscano, do PSDB, garantiu que não fugirá da responsabilidade caso seu grupo político decida colocar seu nome na disputa pela Prefeitura Municipal de Guarabira nas eleições deste ano.

Em recente pesquisa de opinião divulgada no município, tanto a parlamentar, quanto sua mãe, a ex-prefeita Léa Toscano aparecem bem posicionadas na disputa.

Para a deputada, a pesquisa reflete, na verdade, o comportamento que já se vê nas ruas da cidade. Segundo ela, trata-se de um reconhecimento da população para com a sua família.

– Guarabira tem um carinho enorme por Dona Léa e não tem como não ficar feliz com esse reconhecimento. São 40 anos dedicada à cidade. Fico muito feliz, não pela perspectiva dela ser candidata, mas por ver o quanto o povo reconhece o que ela fez para aquela cidade. Então, de fato, ela ganha em qualquer cenário – afirmou.

Embora Camila argumente que não pretende impor seu nome ou de sua mãe na disputa, ela garante que não fugirá do páreo caso seja a escolhida por seu grupo político na cidade.

– Ainda é cedo para esta definição. Temos um grupo forte e coeso e vamos decidir tudo de forma coletiva. Mas se decidir pelo meu nome, eu estou pronta – declarou.

“Nada foi definido. A majoritária devemos definir entre abril e maio, é quando iremos chegar, verdadeiramente, a um nome. O que posso afirmar é que teremos um candidato ou candidata”, acrescentou a deputada.


PORTAL NORDESTE 1